Adequação às reformas ortográficas – Parte 3

Introdução

Enfim, para você que seguiu os nossos artigos anteriores sobre as reformas ortográficas da língua portuguesa, sendo que o primeiro deles tratamos especialmente sobre a mudança ocorrida no alfabeto e o segundo sobre a mudança em relação ao uso do hífen, informamos que este é o último, pois a partir de agora serão apresentadas as duas últimas alterações: ditongos abertos e acento diferencial de tonicidade.

Ressaltamos que nos dois primeiros artigos foram abordadas todas as demais alterações como, por exemplo, trema, hífen, a inclusão de letras no alfabeto, entre outras, assim como, um breve histórico de reformas ortográficas e gramaticas que ocorreram ao longo dos anos na busca por uma língua portuguesa mais semelhante em todos os países que a possuem como idioma oficial.

Outras adequações às reformas ortográficas

Acento Diferencial de Tonicidade

Se a regra do hífen que tratamos no artigo anterior é a que possui mais regras podemos dizer que a nova regra quanto ao uso do acento diferencial de tonicidade trouxe algumas questões logo que veio à tona a sua observação.

Com esta regra não se acentuam mais alguns substantivos e formas verbais para distingui-los graficamente de outras palavras. É importante salientar que essa mudança tem relação apenas com a escrita das palavras e, portanto, a sua forma falada continua sendo como se o acento existisse.

Exemplos:

  • Vou para escola. (preposição)
  • Ela não para de sorrir. (verbo)
  • O pelo do cachorro3. (substantivo)
  • Eu pelo a cabeça. (verbo)

Porém, existem algumas exceções como é o caso do verbo pôr, da forma do pretérito perfeito pôde e do uso do acento em fôrma para diferenciar de forma (uso facultativo nesse último caso).

escrever_elimine_bloqueio

Ficar por dentro das reformas ortográficas faz com que você erre menos, no momento de construir seu texto.

Ditongos Abertos

Com relação aos ditongos abertos (éi, ói e éu) os mesmos só continuam sendo acentuados se estiverem no final da palavra.

Exemplos:

  • Céu
  • Dói
  • Anéis
  • Lençóis

Para os casos em que os ditongos abertos estejam no meio da palavra não é mais utilizado o acerto como, por exemplo:

  • Ideia
  • Heroico
  • Paranoico
  • Plateia

Já no caso das palavras Méier e destróier mesmo que os ditongos abertos estejam no meio da palavras estas continuam sendo acentuadas pela regra que toda a paroxítona terminada em R deve levar acento.

Já conhece o Revisa Já?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre adequar seu texto às reformas ortográficas, que tal conhecer os serviços oferecidos pelo RevisaJá?

Entre em contato com um de nós para saber mais sobre nossos serviços

Entre em contato

Estamos sempre prontos para lhe atender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *