Por quê é mais difícil encontrar nossos próprios erros de digitação?

No blog do Revisa Já, já tratamos dos mais diversos assuntos relacionados à escrita. Entretanto, mesmo com as mais preciosas dicas sobre revisão de livros, de TCC e correção de texto, ainda assim é normal cometermos erros no momento que estamos escrevendo.

Por quê cometemos erros de digitação?

Erros acontecem, pois ao escrevermos (ou digitarmos) estamos tentando dar sentido e objetividade ao que se escreve e, isso não é tão simples quanto parece.

Pelo contrário, escrever um texto que faça sentido e que atraia o leitor é muito complexo. Afinal de contas, temos que transformar letras em palavras, palavras em frases e frases em texto.

A frequência de digitação é um fator que contribui positivamente para identificar os erros. Quanto mais você escreve, maior será sua facilidade de organizar suas ideias e consequentemente, de descobrir em qual ponto elas não estão bem organizadas.

Contudo, a escrita jamais será perfeita. Mesmo com bastante treino e dedicação, os próprios erros de digitação sempre irão aparecer e muitas vezes identificá-los não é tarefa das mais fáceis.

Vale ressaltar que já discorremos sobre algumas maneiras de se fazer correção de texto, além de dicas preciosas para escrever melhor.

cerebro 2

Para encontrarmos nossos próprios erros de digitação mais facilmente, devemos “enganar” nosso cérebro.

Por quê é mais difícil encontrar nossos próprios erros de digitação?

Os erros sempre acontecem. Isso está claro para todo mundo. Mas, por quê encontramos erros de textos produzidos por outras pessoas mais facilmente do que nossos próprios erros de digitação?

Segundo o psicólogo Tom Stafford da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, não competimos com a versão pronta do texto (produzido por nós mesmos) imposta pelo cérebro, por isso torna-se mais fácil dar atenção total ao texto de outros.

Dessa forma, como não temos conclusões prévias do texto (pois não fomos nós que o escrevemos) a identificação dos erros contidos no mesmo é uma tarefa muito mais simples de ser feita.

Ainda segundo Stafford, pessoas que digitam sem olhar os dedos possuem um desenho do teclado pronto em seus cérebros. Essas pessoas conseguem perceber o erro antes mesmo de ele aparecer na tela, diminuindo, assim, a velocidade de digitação.

Há, no entanto, algumas formas que facilitam a identificação dos erros de digitação cometidos durante a elaboração do texto.

Dentre elas temos a troca da fonte utilizada durante a construção do texto, de Calibri para Arial por exemplo, alterar a cor de fundo da página e imprimir o texto, fazendo sua correção à mão.

Todas essas dicas supracitadas ajudam a “enganar” seu cérebro, pois deixam seu texto com uma “cara que não é sua”, facilitando a identificação dos erros de digitação.

Discorremos um pouco sobre como lhe auxiliar a identificar os erros cometidos durante a elaboração de um texto, independente de qual seja seu objetivo. As dicas valem para todas as formas de escrita possíveis.

Nossa equipe já se aprofundou também nos motivos pelos quais a correção ortográfica é tão importante. Vale a leitura!

Já conhece o RevisaJá?

Depois de ver quais os motivos que dificultam a identificação de nossos próprios erros de digitação e o que lhe auxilia a mudar esse cenário, que tal conhecer os serviços oferecidos pelo RevisaJá?

Estamos sempre prontos para lhe atender.

Entre em contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *